Disk Vestibular: (44) 3622-2562 [email protected]

Proatividade : Saiba como se tornar um profissional com iniciativa

Postado em: 03/07/2019

Segundo o Dicionário Priberam, proatividade é a capacidade que alguém ou algo tem de fazer com que algumas coisas aconteçam ou se desenvolvam. Esta característica entra no hall da fama da maioria das vagas de emprego ofertadas no mercado. A pergunta que cabe aqui é: você tem esse perfil?

Quantas vezes você já se definiu como proativo ou ouviu de alguém que esta característica faz parte das suas competências? Quantas vezes você verbalizou esse termo acreditando que o era?

DESMISTIFICANDO A PROATIVIDADE

Longe de ter a ver com acúmulo de trabalho, proativo não é aquele funcionário que diz sim para tudo e se vira para resolver, muitas vezes atropelado as coisas e entregando trabalhos “meia boca”, só para dizer que fez. Tem mais a ver com aquele que diz sim para os projetos que realmente tem competência para exercer, envolve a equipe e faz a mágica acontecer, entregando resultados satisfatórios. E vai além: este profissional possui a capacidade de prever os problemas futuros e criar estratégias no presente para evitá-los.

O senso de responsabilidade também é característico desse perfil, que abraça a causa e faz com que as coisas realmente saiam do papel e se tornem soluções efetivas.

NÃO CONFUNDA “ALHOS COM BUGALHOS”

Muitas vezes uma pessoa produtiva acaba sendo confundida com uma pessoa proativa. Vou explicar a diferença: o profissional produtivo entrega muitas demandas no menor tempo possível, gastando menos matéria prima e otimizando os recursos.  O que é ótimo e faz parte do conceito, mas não o representa na totalidade.

Outras vezes, apresenta uma alta capacidade de iniciativa, literalmente “pega pra fazer”.  É aquele perfil que nos encanta por abraçar a causa e levar em frente ideias interessantes, mas que não sairiam do papel se não fosse por essa disposição em fazer. A iniciativa também faz parte do conceito, mas ainda está longe de ser o proativo.

4 HABILIDADES DE UM PROATIVO QUE VOCÊ PODE DESENVOLVER AGORA MESMO (SE AINDA NÃO TEM):

1.       Escuta Ativa - Ter a capacidade de interagir com as pessoas e entender o ecossistema do projeto ajuda a prever demandas ainda inexistentes, mas que podem atrapalhar a execução.

2.       Organização - Não dá para ser proativo em meio a uma rotina de trabalho bagunçada e sem perspectiva. A clareza das tarefas permite a ação com menor esforço e em menor tempo.

3.       Solucionador - Sabe aquela pessoa que reclama de tudo mas não "mexe uma palha"? Definitivamente não é o proativo. Ele reflete e busca soluções.

4.       Mão na massa - Escutar, organizar e refletir sobre soluções, sem agir, não adianta muita coisa. Executar as tarefas sem pestanejar é o que realmente torna esse profissional tão requisitado.

Se identificou com o texto? Então possivelmente você possui as habilidades de um proativo.

Não se identificou tanto assim?

Que tal começar refletindo quais habilidades das citadas acima ainda não fazem parte do seu cotidiano e começar a implanta-las, uma a uma, até se identificar totalmente com o termo?

Bora começar? 


Outras notícias: